26 novembro 2014

Viagem: Canoa Quebrada - Parte 2: Explorando

Esse é o CP em clima de férias, com muita praia e todos os detalhes dessa viagem maravilhosa. Um roteiro comum, para nós que já conhecíamos, mas dessa vez aproveitamos cada momento e de uma maneira bem turística.


No início da tarde combinamos com um outro casal de turistas, para nos juntarmos e fazermos o passeio de Buggy. Pedimos com muita emoção. Porém, eu fiquei no banco da frente, pois estava usando lentes e a areia incomodava um pouco (juro que não foi medo), a vantagem é que bati muitas fotos.



A primeira parada é na praia, na falésia com o símbolo de Canoa. Lá tem toda a estrutura para fotos: uma barraquinha, os painéis para colocarmos o rosto, decoração regional e o próprio bugueiro se oferece para fotografar.

A lenda diz que quem beija embaixo do símbolo, não se separa nunca mais, obviamente testamos e tá funcionando até hoje (sou fofa e apaixonada, não brega)... umas duas semanas depois.



Segunda parada: famosa e romântica duna do pôr-do-sol. Abaixo de onde estamos é abismo e proibido descer, também é a rodovia onde passamos para entrar em Canoa e o mais importante, esse é o horizonte onde o sol se põe. Tentamos marcar o passeio para as 4h e vermos o pôr-do-sol, porém o horário é muito disputado e só conseguimos as 3h com sol a pino. Do outro lado da duna fica a vila de pescadores.


video

A terceira parada foi em uma grande barraca com bebidas, água e tiroleeeesa \o/. Esse é o primeiro tipo, tem que descer sentado, segurando na barra e pernas levantadas, até cair no lago, lá embaixo. Apesar de não parecer, eu achei super tranquilo, tirando o fato que com impacto na água a lente saiu do lugar e eu me aperrei, porque era fundo e eu tive que nadar uns 2m sem enxergar de um olho (pode rir rsrsrsrsrsrsrsrs), por isso, quem não sabe nadar vai de colete. Da para ver minha descida no vídeo.


video
Esse é um segundo tipo, tem que pôr um capacete e material de segurança segurar na mão de Deus e ir... sem lago sem nada, a freada é na força bruta de dois rapazes, que ficam lá embaixo. Apesar de sentir o friozinho na barriga, quando estava no alto me preparando para descer, depois que tirei os pés do chão e senti a velocidade do vento no meu rosto, o medo passou, deu para curtir a paisagem e acho que valeu a pena. Durante o vídeo dá para me ver lá em cima na escadinha e no fim eu descendo também (confesso que não fui com o celular com medo de derrubar). Ah! Lá tinha esquibunda também, aquele que vai descendo duna a baixo sentado em uma "prancha", mas não fizemos (na verdade não deu tempo, é cronometrado o tempo de parada).





Eu bati uma foto de baixo, para vocês terem uma ideia da visão. O pior para mim foi descer e ter que subir nesse carrinho de trilho, acho que tenho labirintite, porque sempre que chegava lá em cima ficava enjoada. No fim ainda descemos essa duna enooooorme de Buggy (deu mais emoção que a tirolesa, juro! Dá para ver eu me segurando para não cair).



Quarta parada: viveiros de camarão. Apesar do impacto ambiental que a atividade causa no bioma local, não posso negar que a vista é linda.


A quinta e última parada, foi nesse local que eles chamam de Oasis. Os maiores atrativos são esse lago com peixes e um bar e um bar que prepara a famosa caipirinha com mel de caju, mais para relaxar, depois de tanto agito.


À noite, tem muita coisa legal na Brodway: hippies vendendo artesanato, barzinhos bem legais e badalados, cultura local (um pessoalzinho dançando forró embalados por trio sanfoneiro), restaurantes ótimos, tinha uma banda de Blues tocando em um palco na praça, gente de todo canto do mundo circulando... Enfim, apesar de tudo isso, não consegui raciocinar direito por conta do cansaço e deixei passar. Essa é a foto do restaurante, nós pedimos uma pizza que sonho com o sabor ainda hoje (juro, que é a mais deliciosa que comi na minha vida), infelizmente não lembro o nome. Depois fomos tomar um sorvete, escolhi esse sabor de Banana, muito bom também (não lembro o nome da sorveteria, mas fica bem na entrada, sorry).

Para quem planeja ir, o passeio dura cerca de 1h custa R$80,00, por casal (pelo que entendi era feriado e pode ser mais barato na baixa temporada) e algumas coisas não estão inclusas no passeio, como as descidas na tirolesa, pagas por fora. Recomendo para quem for visitar o local.

E Sim, no fim do dia mesmo com todo esse sol da manhã, eu ainda continuava branca. rsrsrsrsrs. #melaninausente

Ainda tem mais uma parte, mas espero que estejam curtindo e me digam do que gostaram mais até agora.

Para quem não viu a primeira parte.

Xerim!

25 novembro 2014

Moda Masculina: Dicas Para o Verão

Quanto tempo não fazia uma matéria hein?! Já estava com saudades do Conexão. Não sou especialista em moda masculina, mas decidimos resumir um pouco, sobre looks para usar no verão.

video

O vídeo foi gravado na Schalk, que fica no shopping Liberdade.

Chame o boy para ver. rsrsrsr...

Xerim!

Seleção: Top 5 American Music Awards

A premiação rolou no domingo e hoje nós selecionamos para vocês, as mais bem vestidas.

5. Kendall Jenner


Olha eu gostei da mistura de textura como um patchwork, o modelo vestiu bem nela e apesar de ter transparência e fenda grande, não achei vulgar. Amei a maquiagem e acho que ela ficou a cara da mãe. O porém aqui  é esse ser um vestido difícil para a vida real, já que exige um tipo de corpo bem específico: altura, pouco seio, pouco peso e curvas amenas, uma vez que aquele corpão sarado pode deixar o look vulgar.

4. Meghan Trainor


O look da cantora Meghan é totalmente preto, mas sem monotonia, já que misturou estampas como renda e um tecido liso com brilho (parece seda) e deu um ponto de luz com uma bolsa vermelha e bem divertida. Um look coquetel dress, da para ir a casamentos simples, formaturas, festas de 15 anos, coquetéis (daaaah)... Fica excelente nas meninas que querem disfarçar o quadril, já que a saia é evasê está marcando a cintura, é de cor escura e é bem estruturada, não toma a forma do corpo e equilibra com a parte superior. 

3. Jessie J.


O look de Jessie oferece conforto, é um clássico, funciona para muitos corpos e para muitas idades. Branco é um coringa, fica bem para todas. Blazer de quatro botões bem cortado e calça reta, ajudam a compor o terninho. A maquiagem e o cabelo ficaram lindos e simples.

2. Kate Beckinsale


Lindo vestido, combinado com uma linda joia. Kate não precisa mais que isso. Um vestido cheio de recortes, perfeito para quem anda com o corpo em dia, mas também os recortes são estratégicos, ótimos para dar curvas as garotas com pouca cintura, ou triângulo invertido. Kate, para mim, é uma das atrizes mais lindas de holywood, não precisa de muitos enfeites, apenas uma rabo de cavalo e uma maquiagem belíssima, que realçou sua beleza.

1. Fergie


Sensual e moderno. As sandálias, os acessórios... tudo foi escolhido a dedo para combinar com o vestido. O atrativo dele é a fenda, o resto ajuda a passar uma imagem forte e sensual, mas não vulgar. Preto com dourado é um novo clássico. O vestido serve para vários tipos de corpos e valoriza as curvas.

E vocês gostaram mais de quem?

Xerim!


24 novembro 2014

Tendência: Como Usar As Tendências do SPFW

Diante de enquetes feitas aqui no blog e no grupo do facebook, Essas foram algumas das tendências escolhidas por vocês para falarmos e dar dicas de consultória sobre cada uma delas. Ok! A maioria só será realidade no inverno do ano que vem, daqui a seis meses, mas nada impede de que, você já possa ir se familiarizando, sabendo como usar cada uma delas desde já e, se for o caso, começando a aderir aos poucos.

Couro e Vinil



Peças como couro original e fake, vinil e outros tecidos com texturas similares virão com tudo na temporada 2015.

Como usar: Em peças inteiras, ou em detalhes (uma opção para as mais discretas), o couro preto é o principal e quase único e muitas vezes combinado em looks monocromáticos (all black, preto total, ou como preferir...), misturando com outras texturas: tecidos bordados, transparências, malha, tricô... 

Cuidado! Se está querendo disfarçar gordurinhas, ou alguma parte do corpo que considere maior proporcionalmente, evite usar o couro ou o vinil em peças inteiras. Pois tecidos brilhosos (mesmo os escuros) refletem a luz e dão a sensação de volume maior. Por exemplo: se tem pernas finas ou quer valorizar o bumbum, vale muito investir na tendência; mas se você deseja disfarçar os quadris largos, aposte no couro na parte de cima, ou em detalhes.

Moletom


Não estamos falando do seu casaco surrado da época do colégio, estamos falando de peças com corte. Muitas vezes, são blazers, calças, saias... o moletom está presente em muitos modelos e com muitos cortes, pronto para se misturar a peças high, mas não necessariamente está pronto para ser o low.

Como usar: Ele vem acompanhado de outras texturas, muitas vezes o próprio moletom vem bordado ou com recortes vazados.

Cuidado! Use em partes que você deseja criar o volume, seja para disfarçar algo ou acentuar. Lembre-se que dificilmente, as blusas de moletom são acinturadas, por isso se você tem quadris largos evite modelos compridos, eles podem causar a ilusão de que você não tem cintura e que seus quadris são da largura dos seus ombros, o que pode causar uma impressão de quilos a mais (muitos quilos a mais, que você não tem).

Franjas



Com a alta do estilo Boho, Western, Hippie... As franjas voltaram com tudo. Quase todas as peças desejo da temporada, possuem franjas e o fato delas estarem em peças chics e elaboradas contribuem para  que todas queiram usar.

Como Usar: Em ponchos, kimonos, blusas de crochê ou tricô. Em alguns casos em vestidos, com tiras, compondo looks modernos.

Cuidado! Não há muitas recomendações. Em muitos casos as franjas aumentam o comprimento da peça, quanto mais intensa, maior é essa ilusão, então para as mais baixinhas cuidados com o cumprimento midi. Eu também não gosto muito da ideia de misturar franjas a bordados, pode ficar "muita informação", então evite.

Listras



Já comecem a usá-las agora no verão, pois a algum tempo ela vem assediando os nossos guarda-roupas como tendência indispensável para ter no guarda roupa.

Como usar: Em peças inteiras ou misturando-as com geometrismos, nos detalhes laterais de calças. Muitas vezes são vistas em conjuntos e em tamanhos grandes, a intensidade de listrinhas miúdas quase não foi vista.

Cuidado! Esqueça a regra de que listras horizontais engordam e de que verticais emagrecem. A regra não é tão simples. O fato é que, devemos considerar o tecido, se ele for muito colado ao corpo e se você possuir circunferência abdominal, qualquer tipo de listra vai acentuar. Já em outros casos listras podem valorizar quem tem cintura bem definida. Na dúvida abuse das listras em modelos, que não fiquem colados ao corpo.

Minis e Midis



Apesar do inverno eminente, os longos foram descartados. Acho que em uma adaptação justa ao nosso clima. Duas tendências que podem ser facilmente usadas no verão, também. Vale a pena investir.

Como usar: Os midis e minis podem ser lápis, trompete, modelos evasês (com saia mais ampla e rodada), em muitos casos plissadas, de tecidos estruturados (mais grossos como o moletom, neoprene, tricô...). As minis, em muitos casos, são combinadas com moletons e as midis com camisas.

Cuidado! Tamanhos midi exigem um cuidado extra para as meninas menores, até acho que pode usar, mas opte por um look monocromático, ou com gola média. Ai sim, vai dá uma impressão de alongamento... aaaah e saltos são sempre bem vindos. As minis ficam bem em quase todas, para as de quadril largo, a dica é evitar o modelo trompete, ou usar com o menor babado possível.

E ai meninas qual a tendência que você vai usar mais?

Xerim!

21 novembro 2014

Inauguração da Vip Store

Sabe quando a gente acha aquela loja com coisas lindas, de boa qualidade e tudo baratinho? Pois é, esse tipo de pechincha é raro, mas encontrei ontem na Vip Store, loja que inaugurou em Mossoró, após possuir filiais em Natal (na Salgado Filho) e em São Paulo do Potengi.


A loja se localiza na Galeria Dom Gentil, na rua João Marcelino (próximo ao Hospital Wilson Rosado). 



Helena Belmont, Malú Duarte (minha little sister), me e Eloah Belmont.
A loja ainda contou com a exposição dos acessórios da S. Design, feitos por Eloah Belmont. Como eu sou VI-CI-A-DA em comprar bijux, meus olhinhos brilharam em meio de tanta coisa bonita.

Os proprietários da Vip Store Rafael Brunold e Raíssa Targino
Look da Noite


Blusa e cinto com amor a primeira vista.

Quem vai correr para conferir?

20 novembro 2014

Viagem: Canoa Quebrada - Parte 1: A Chegada


E nesse final de semana, onde saímos da nossa cidade e em menos de uma hora, estávamos em uma das mais belas praias do litoral cearense. Fomos comemorar 6 anos de namoro (não seis meses, seis anos mesmo) e apesar de ser um destino turístico comum, pois é perto e nós já conhecíamos o local, resolvemos ir e explora-lo de uma maneira bem diferente da qual estávamos acostumados, fazendo todos os passeios possíveis. E mesmo depois de queimar as minhas costas branca no sol (tipo fez bolhinha e tudo), valeu muito a pena, aliás qualquer coisa ao lado de quem a gente ama vale.


Adoro bater fotos da estrada, pois acredito que o caminho pode sim contar a história de um local. Na montagem a cima (a segunda foto), temos a entrada para o resort de Porto Canoa, lembro-me de ir quando era bem pequena, o local era cheio de piscinas em forma dos naipes de baralho e ainda não tinha esse Parque Eólico. As outras são fotos da entrada do município de Aracati, onde se localiza a praia de Canoa Quebrada.






As fotos foram clicadas na Igrejinha de São Pedro, que fica bem no final da Brodway (a rua principal, cheia de bares e restaurantes) e bem próximo a decida da praia. De frente para a igreja já temos visão do mar, de trás da igreja vemos as dunas, vila de pescadores e parque eólico. Nossa pousada ficava muito próxima daí, o que torna nossa localização excelente.

Eu usei um look, meio boho, acho que combinou bem com o local... rsrsrsrs...




Fotos ao melhor estilo tem que ter. Em cima das falésias e mostrando a paisagem em baixo, com barracas, canoas e maré cheia.

PS.: Meu cabelo quase uma camuflagem na areia.



A passarela, também é um cartão postal da cidade, ela liga uma região da praia a outra e funciona como um mirante 180º da praia.

PS.: Minha pose na foto da montagem foi tipo de sacanagem, "agora fazendo a modelo" rsrrsrsrsr.




A vista de cima da passarela e selfies. Bati foto dos dois lados, um lado da nova Canoa, com parque eólico grande e outro com as decidas e barracas mais badaladas da praia, onde as pessoas fazem passeio de jangada, também (pois é, o pessoal paga de R$10,00 a R$15,00, vestem os coletes e vão até quase alto mar, eu tenho enjoo de balanço e já estava com fome, então não fiz questão). Percebam o tamanho da escada básica que temos que descer para chegar a praia, tem que ter preparo fitness. 


Finalmente hora do almoço, na praia nos refrescamos com banho de mar, água de coco e eu comprei essa pulseirinha de artesanato (R$7,00 para os hippies e a Riachuelo vendendo por R$15,00... façam seu julgamento), aliás se encontra de tudo a venda na praia, até massagem no pé.

Sema que vem postarei os detalhes do nosso passeio de Buggy e um pouco da noite na Brodway.

E ai, já estão loucas para vir de férias? hahahahaha.

Xerim Cheias!


Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial